Páginas

sábado, 13 de novembro de 2010

FERA FERIDA






















FERA FERIDA


Enquanto me calei
Sofri
Os horrores
As dores
E amarguras
Engoli o choro
Rói as unhas...
Dedos
Artelhos
E agulhas...
Espetei-me
Sangrei-me
E a cada dia
Morri um pouco
Enfim...
Cansei-me !
Soltei a fera
Ferida
Enjaulada
Em meu peito
Acelerei na garganta
Arranhei-me por inteira
Mordi os lábios
Sangrei...
E a fera
Pronta a devorar-me
Retrocede sua ira
Em mim envolta
Vomito-a
Em teu ser
E a fera
Que me consumia
Por inteiro
Agora te devora!
E não mais sofro.
Antes tu...
Do que eu !



Devra Hadarah



5 comentários:

  1. Gostei da visão mais centrada no "eu": antes tu, do que eu! As vezes tem que ser assim mesmo rsrsrs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Poesia densa... Gostei! Estou "seguindo"seu blog, OK?

    ResponderExcluir
  4. ‎"A todos Aqueles que me visitam ...A todos Aqueles que me Ajudam a construir,com comentários aos posts que vou fazendo ...A todos Aqueles que me incentivam a escrever,Se agradados por mostrarem o conteúdo do meu cantinho ...A todos Aqueles que leram o, de uma ponta a outra,Tendo mesmo chegado a meio do percurso ...A to......dos Aqueles que espreitam o, mesmo não deixando rasto ...Espero que um dia Ganhem coragem! :)Beijinhos e obrigada ... "

    ResponderExcluir
  5. Hola mi buena amiga, aquí estoy donde me ha traído el corazón, para saludarte y también agradecerte por tus bonitos comentarios que siempre me dejas cuando me visitas.
    Bonita poesía, me encanta mucho está llena de sentimientos.
    Te Deseo un feliz fin de semana lleno de sensaciones positivas.
    Un beso desde la distancia de tú amigo.

    ResponderExcluir